Corpos Resistentes. Imigração, racismo e trabalho agrícola nos EUA

Na sua investigação sobre o trabalho agrícola realizado por imigrantes mexicanos nos Estados Unidos da América, Seth Holmes analisa como a lógica de mercado, o racismo e a privação de direitos sociais destroem vidas e corpos, condenando-os à clandestinidade e expondo-os aos danos físicos e mentais infligidos pelo trabalho duro. Aproveitando a combinação entre a sua experiência médica e a aproximação antropológica a esta realidade, Seth Holmes acompanhou o percurso dos imigrantes desde as montanhas de Oaxaca até aos campos de trabalho agrícola nos Estados Unidos para construir uma obra sobre existências humanas que, apesar de serem objecto de discursos mediático e políticos inflamados, permanecem ignoradas e invisíveis. Mostrando-nos como a desigualdade social se transforma em sofrimento e violência, este livro permite, ainda assim, tornar significativos corpos que teimam em resistir. Este livro recebeu vários prémios, entre os quais o Margaret Mead Award (2015), atribuído pela Associação Antropológica Americana.

Autor: Seth Holmes

Edição: Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

2019 | Preço: 11€ (10% de desconto para assinantes)