Dons e disciplinas do corpo feminino

Num tempo em que o corpo parece ter voltado ao centro da política, este é um livro que recupera o conjunto de sentidos produzidos em torno do corpo da mulher no regime do «Estado Novo». Agora em edição revista, escrutinamos o discurso oficial e as tensões trazidas ao de cima pela luta de uma imagem da condição feminina conforme e resignada, mas também espelho de uma nova ordem. Sobre ele todas as autoridades vieram à cena prescrever, corrigir e aperfeiçoar, num diálogo constante entre a casa e a vida pública que acabou por tutelar o papel da mulher portuguesa, ainda hoje bem vivo na memória e no quotidiano da sociedade portuguesa.

Autora: Inês Brasão
Edição:Deriva e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa
2017 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Trabalhos em curso. Etnografia de operários portugueses da construção civil em Espanha

No pico da crise em Portugal, milhares de trabalhadores partiam, pela estrada fora, em busca de trabalho nas obras do país vizinho. Este livro reproduz parte dos resultados de uma investigação sobre este fenómeno realizada no âmbito do projeto “Dinâmicas recentes dos movimentos emigratórios no Noroeste português: o caso dos trabalhadores da construção civil”, financiado pela Direção-Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas e sediado no Instituto de Sociologia da Universidade do Porto. Para além de apresentar elementos decorrentes das pesquisas etnográficas realizadas pelos organizadores do volume entre 2008 e 2013 – que permitiram conhecer aspetos dos quotidianos de operários portugueses da construção civil nos seus locais de habitação no Vale do Sousa e nos seus locais de trabalho na Galiza –, o livro reúne outras contribuições (Jorge Arroteia, Lorenzo López Trigal, Ana Cristina Pereira) que complementam e ampliam o ponto de vista proposto.

Organizadores: João Queirós e Bruno Monteiro

Autores: João Queirós, Bruno Monteiro, Jorge Arroteia, Lorenzo López Trigal e Ana Cristina Pereira

Edição: Deriva  e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

2016 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Do operário ao artista. Uma etnografia em contexto industrial no Vale do Ave

A promoção de fábricas criativas constitui-se como um reflexo das estratégias usadas para enfrentar o desafio das recentes transformações produtivas vividas a ocidente. No norte do país, uma antiga fábrica têxtil fortemente enraizada na memória colectiva local experimentou estas mudanças, no âmbito do desenvolvimento das designadas indústrias criativas e das lógicas de patrimonialização, integradas em programas de financiamento europeu. Partindo da recolha de histórias de vida de antigos trabalhadores, bem como de designers e gestores ligados à segunda vida da fábrica, este livro propõe uma etnografia do processo de desindustrialização em Portugal.

Autor: Mariana Rei

Edição: Deriva  e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

2016 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

O operário em construção – do empregado ao precário

A presente obra trata da configuração do trabalhador. Parte assim do princípio que o trabalho é objeto de uma construção – de um tornar-se – e não de uma essência – de um ser. Procuramos trazer à luz este tornar-se, compreendendo-o como parte de uma dinâmica mais lata: a sua inscrição nas mudanças do capitalismo ao longo da segunda metade do século XX, tendo como base de observação a sociedade portuguesa. A tentativa de produção daqueles que produzem  é uma das características mais poderosas das sociedades atuais. Tal não significa, porém, que quem trabalha é uma obra inacabada.

Autor: José Nuno Matos

Edição: Deriva  e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa(Série Leituras)

2015 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Geração Sénior de Almada no Século XXI – Um Retrato Social

Este é um livro de histórias de vida que contam (parcialmente) a história social de uma geração – a geração sénior de Almada do século XXI – a partir dos relatos e experiências narradas na primeira pessoa. Responde, assim, a interesses de leitura diversos. Reconstitui a história social de uma geração, permitindo conhecer ou reavivar vivências intra-geracionais, lugares e práticas hoje quase desaparecidas. Convida a uma leitura também sociológica sobre a experiência da velhice na actual modernidade, sobre os dilemas da institucionalização, sobre as oportunidades ou impossibilidades de novas formas de fruir a vida. E ainda, é uma leitura sobre as tantas mudanças sociais, culturais e políticas que podem caber numa vida e na vida de uma geração.

Autores: Noémia Lopes (coord.), Joana Zózimo, Joana Ramalho,  Elsa Pegado e Paula Pereira

Edição: Deriva  e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

2016 | Preço: 10€ (10% de desconto para assinantes)

A engrenagem do terror – De Bagdade a Paris

Os acontecimentos trágicos que em 2015 marcaram a história de Paris são um elemento de um longo processo que se encontra hoje no núcleo das lutas pela hegemonia mundial e que neste livro nos propomos discutir. Na esteira dos massacres e demais actos de violência que têm percorrido Bagdade, Gaza, Nova Iorque, Bamaco, Beirute ou Damasco, o terrorismo assolou o centro da Europa. Depois de Londres e Madrid, 2015 levou a engrenagem do terror a uma França que intervinha já militarmente nos palcos do Médio Oriente e de África. Os textos aqui reunidos procuram mapear estes acontecimentos contribuindo para criar um espaço público crítico que resista às simplificações que exploram o medo e o ódio mútuo.

Autores: Akram Belkaïd, Alain Gresh, Alexëi Malachenko, Benoît Bréville, Dominique Vidal, Feurat Alani,  Hana Jaber, Hicham Alaoui, Ibrahim Warde, Jean-Pierre Séréni, Julien Théron, Laurent Bonelli, Nabil Mouline, Olivier Zajec, Patrick Baudouin, Patrick Haimzadeh,  Peter Harling, Philippe Leymarie, Pierre Conesa, Serge Halimi e Vicken Cheterien

Edição: Deriva  e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

2016 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Correntes invisíveis – Neoliberalismo no séc. XXI

A pergunta central deste livro é a seguinte: o neoliberalismo é uma ideologia? Podemos responder-lhe de várias formas. Nenhuma delas é definitiva. Para podermos formular uma resposta rigorosa, precisamos de desmistificar as suas bases cognitivas. Voltamos a enumerar os argumentos neoliberais. Identificamos algumas das instituições produtoras desses argumentos. E olhamos para as consequências da hegemonia neoliberal: economias e sociedades reconfiguradas à imagem de uma racionalidade. Utópica para poucos e distópica para quase todos.

Organização: Luís Bernardo

Autores: Alexandre Abreu, Carlos Santos, Dominique Lévy, Eva Illouz, Frédéric Lordon, Gérard Duménil, Ignacio Ramonet, João Rodrigues, José Nuno Matos, Luís Bernardo, Nuno Teles, Owen Jones, Patrick Vassort, Pedro Bingre do Amaral, Pierre Rimbert, Ricardo Paes Mamede, Sandra Monteiro, Vincent Gayon e Yvon Quiniou

Edição: Deriva  e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

2015 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

De Pé, Ó Vítimas da Dívida!

De pé, ó vítimas da fome: assim começa a “A Internacional”, o hino de todas as lutas de classes contra a exploração e todas as formas de opressão. Se o espectro da fome continua a ser, em última instância, a expressão da compulsão capitalista que pesa, de forma ainda hoje demasiado invisível, sobre todos os que de seu só têm a força de trabalho para vender, também é verdade que o capitalismo, ao longo da sua história, foi criando outros mecanismos disciplinadores, de eficácia igualmente variável, que incidem não só sobre as classes trabalhadoras, mas também sobre os Estados, e mesmo sobre outras instituições económicas, em particular nas áreas mais subalternas do sistema mundial.

 Organização: João Rodrigues e Nuno Teles

Autores: Costas Lapavitsas, Eugénia Pires, Jean Gadrey, João Rodrigues, José Castro Caldas, José Guilherme Gusmão, Mariana Mortágua, Mark Weisbrot, Maurice Lemoine, Maurizio Lazzarato, Nuno Teles, Octávio Teixeira, Rafael Correa, Raoul-Marc Jennar, Renaud Lambert, Rosário Caetano, Sara Rocha e Wolfgang Streeck

Edição: Deriva  e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

2015 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Este país não existe – Textos contra ideias-feitas

Os textos reunidos neste livro foram todos publicados na edição portuguesa do Le Monde diplomatique. Quando solicitada aos autores a sua publicação no jornal não havia ainda a ideia de compor um volume com o formato que aqui apresentamos. Apenas no caso da parte dedicada à questão colonial os convites terão sido pensados com a ideia de constituir uma série. Para este livro dissemos aos autores que estávamos a preparar um volume sobre a cristalização de imagens, tanto no passado como na actualidade, sobre a natureza de Portugal.  Para esse efeito dividimos o volume em três partes. A primeira sobre o modo como se constrói o passado nacional, a segunda sobre o tempo colonial e a terceira sobre a construção da cultura popular.  Decidimos chamar ao livro Este País Não Existe, precisamente porque os textos presentes no livro permitem pensar o país de modo diferente do que interpretações que insistem no esquecimento de vivências e processos como também das dinâmicas actuais que contribuem para  a reprodução dessas visões. A organização deste volume e o sentido que lhe quisemos dar não se sobrepõem à singularidade dos textos e à visão dos autores.

Organização: Bruno Monteiro e Nuno Domingos

Autores: Alfredo Margarido, Ana Santos, Bruno Monteiro, Claúdia Castelo, Diogo Ramada Curto, Elsa Peralta, Inês Brasão, Irene Flunser Pimentel, Isabel Castro Henriques, João Leal, José Borges Reis, José Manuel Sobral, José Nuno Matos, Luís Bernardo, Manuela Ribeiro Sanches, Miguel Bandeira Jerónimo, Nuno Domingos, Paula Godinho, Pedro Sanches Duarte, Sílvia Correia e Victor Pereira.

Edição: Deriva  e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

2015 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Que fazer com este Euro? Portugal na tragédia europeia

ESGOTADO

Este livro propõe um debate inadiável. Os cidadãos portugueses e os de cada vez mais países de uma União Europeia e Monetária disfuncional estão a ser submetidos há mais de dois anos a políticas austeritárias sem vocação nem capacidade para resolver os problemas que os afligem (desemprego, precariedade, pobreza, emigração). Pior ainda, elas agravam todos os desajustamentos que diziam querer corrigir (défice, dívida, crescimento). Perante o estado de degradação do país e os bloqueios institucionais e monetários europeus, as escolhas a fazer não são fáceis. Que implicações terá ficar ou sair da zona euro? Em que condições poderá Portugal seguir uma rota de desenvolvimento sustentável e socialmente justo? Como podem os povos europeus evitar a tragédia que se anuncia? Este livro é um instrumento para esta reflexão.

Organização: Vários

Autores: Alexandre Abreu, Carlos Carvalhas, Francisco Louçã, Frédéric Lordon, Daniel Oliveira, João Galamba, João Rodrigues, José A. Vieira da Silva, Nuno Teles, Octávio Teixeira, Ricardo Noronha, Sandra Monteiro e Viriato Soromenho-Marques

Edição: Edições 70 e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

ISBN: 9789724417707

2013 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

A Política em Estado Vivo – Uma Visão Crítica das Práticas Políticas

Interrogar a política em estado vivo significa pensar as políticas a partir das práticas e sem recorrer unicamente ao que decorre do texto oficial ou da redução dos comportamentos políticos a modelos puros. De um colectivo variado de cientistas sociais – do Portugal do Estado Novo ao Portugal contemporâneo, da União Soviética aos movimentos sociais argentinos, do sindicalismo em França até à Alemanha nacional-socialista –, com horizontes de questionamento distintos, foi possível reunir um conjunto de textos que se define pela recusa das explicações intelectualistas da política. Reconhecendo a especificidade deste universo, estes autores procuram reconstruir o sistema de relações de poder que interliga os indivíduos que “fizeram política” em diferentes épocas, interpretando a espessura dos seus actos, posturas e sentimentos. Ao fazê-lo olham para além dos relatos sobre personalidades exemplares e acontecimentos extraordinários, contribuindo para uma redefinição das regras que presidem à construção do objecto político.

Organização: Virgílio Borges Pereira e Bruno Monteiro

Autores: Alf Lüdtke, Bruno Monteiro, Fátima Patriarca, Franck Poupeau, Javier Auyero, João Queirós, Julian Mischi, Sheila Fitzpatrick e Virgílio Borges Pereira

Edição: Edições 70 e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

ISBN: 9789724417622

2013 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Portugal, Uma Sociedade de Classes – Polarização Social e Vulnerabilidade

ESGOTADO

Embora não se trate de um livro puramente académico, a maior parte dos contributos reunidos neste volume resul­tam de reflexões e investigações recentes desenvolvidas em contexto de atividade científica. Trata-se de uma com­pilação de artigos originariamente publicados no jornal Le Monde Diplomatique – Edição Portuguesa, no âmbito do qual se foi desafiando uma nova geração de investigadores em ciências sociais a escrever sobre diferentes realidades sociais da sociedade portuguesa tendo como ponto de ancoragem as classes sociais.

Organização: Renato Miguel do Carmo

Autores: Bruno Monteiro, Frederico Cantante, Inês Brasão, Margarida Carvalho, Nuno Nunes, Pedro Abrantes, Renato Miguel do Carmo, Rosário Mauritti, Tiago Carvalho e Vasco Ramos

Edição: Edições 70 e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

ISBN: 9789724417554

2013 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Novos Proletários – a precariedade entre a «classe média» em Portugal

ESGOTADO

Em Precários em Portugal. Da fábrica ao call center procurou‑se refletir sobre o modo como o processo de precarização laboral em curso atingia um conjunto de profissões material e simbolicamente menos qualificadas. Em Novos Proletários esta análise prossegue com um olhar sobre o modo como a precariedade, ao impor‑se como um modelo global de gestão do trabalho, se estende também a profissões e atividades qualificadas. Este volume apresenta reflexões de enquadramento sobre esta questão, desde as dinâmicas recentes de mobilidade social na sociedade portuguesa, até à integração laboral dos jovens, passando pela relação da precariedade com formas de organização política.

Organização: Vários

Autores: Ana Bigotte Vieira, André Pirralha, João Pacheco, José Matos, Liliana Pacheco, Luís Miranda, Magda Nico, Marta Pinho Alves, Nuno Domingos, Pedro Rita, Ricardo Noronha eVasco Ramos

Edição: Edições 70 e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

ISBN: 9789724417196

2013 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Imigração e racismo em Portugal

ESGOTADO

O livro que se segue é uma revisitação, em modo crítico, de alguns dos principais temas que fizeram a agenda política, mediática e social-científica da imigração em Portugal nos últimos anos. Crítica no sentido que são os próprios limites das categorias usadas para fazer sentido dos fenómenos assim identificados que são expostos, procurando, desse modo, desnaturalizar conceitos que, pela repetição com que foram empregues, acabaram por se apresentar como transparentes, como reflexos da realidade que supostamente espelham, quando, muitas vezes, são eles que comandam uma certa intervenção na realidade.

Organização: Nuno Dias e Bruno Peixe Dias

Autores: Alexandra Castro, Bruno Dias, José Mapril, Mónica Catarino Ribeiro, Nuno Dias, Nuno Oliveira, Rahul Kumar e Sara Dias de Oliveira

Edição: Edições 70 e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

ISBN: 9789724417141

2012 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Precários em Portugal – entre a fábrica e o “call center”

ESGOTADO

Prosseguindo a prática do jornalismo crítico que caracteriza o Le Monde diplomatique, esta colecção apresenta obras de síntese sobre ternas da actualidade social, política e económica, nacional e internacional. Reunindo artigos publicados no jornal e textos inéditos, a colecção procura oferecer ao leitor conhecimentos e reflexões fundamentais para o desenvolvimento de uma perspectiva informada sobre as sociedades contemporâneas.

Em 2010, Portugal era o terceiro país da União Europeia com maior índice de precariedade laboral. Cerca de 23,2% dos trabalhadores por conta de outrem estavam ligados à sua entidade patronal por um contrato a termo ou por outro tipo de vínculo precário. Ao longo deste livro focam-se diversos casos que reflectem uma realidade que se impôs progressivamente nas mais diversas esferas laborais, da fábrica ao call center, do trabalho doméstico aos centros comerciais. Mais do que um mero reflexo de uma «batalha entre gerações», apresentamos aqui um conjunto de investigações que procuram interpretar o fenómeno da precariedade no quadro da evolução das relações de trabalho no nosso país.

Organização: Nuno Domingos, José Nuno Matos e Rahul Kumar

Edição: Edições 70 e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

 ISBN: 9789724416953

2012 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)

Desigualdades em Portugal – problemas e propostas

ESGOTADO

Esta obra reflete sobre a ideia de que as desigualdades interferem num conjunto de dimensões sociais, económicas e políticas, Desenvolve particularmente a relação entre as desigualdades e as práticas de cidadania no que diz respeito à participação política, à ação coletiva e às questões de género. Aborda ainda o fenómeno do trabalho, salientando a artigos publicados no jornal e textos inéditos, a coleção procura oferecer ao leitor conhecimentos e reflexões fundamentais para o desenvolvimento de uma perspetiva informada sobre as sociedades contemporâneas. sua importância económica e a necessidade de uma melhor regulação laborai. Na área da educação e da saúde, são analisadas as diferentes dimensões sociais do insucesso escolar e o problema da obesidade, enquadrando-se as desigualdades enquanto fator a ter em conta no desenvolvimento e crescimento económico.

Organização: Renato Miguel do Carmo

Autores: Ana Delicado, António Dornelas, Filipe Carreira da Silva, Hugo Mendes, Isabel do Carmo, José Reis, Josué Caldeira, Mónica Brito Vieira, Nuno Nunes, Renato Miguel do Carmo e Sofia Aboim

Edição: Edições 70 e Outro Modo, Le Monde diplomatique – edição portuguesa

ISBN: 9789724416984

2012 | Preço: 8€ (10% de desconto para assinantes)